Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Marcos Resende Reality

Marcos Resende Reality

Família Pimenta e o Fotógrafo

Fotógrafo.jpg

  Índice Reality Sitcom  Índice Geral 

 

ELENCO

 

RÉGIS PIMENTA
Régis Monteiro

ESPOSA LOURDINHA
Annamaria Dias

FILHA
Marina Camargo

CUNHADA FERNANDA
Fernanda Guerra

CUNHADO MARINHO
Flávio Machado

SOGRA DONA NORMA
Noemi Gerbelli

BISAVÔ VITALIANO
Jacques Militello

EMPREGADA JACYRA
Maria do Carmo Bauer

SCRIPT
Marcos Resende

DIREÇÃO
Adriano Stuart

SEQUÊNCIA PARA QUE ATORES IMPROVISEM. JUNTOS, NA SALA, COMBINAM RECEPÇAO A "CONVIDADO".

CORTE

DENTISTA:
(USANDO ESCADA EXAMINA FLASH ESTROBOSCÓPICO, OCULTO NO TETO, COM O CUIDADO DE NÃO REVELAR AO TELESPECTADOR O QUE É.)

CAMPAINHA DE RUA:

(ANUNCIA CHEGADA DO FOTÓGRAFO.)

EMPREGADA ATENDE.  É ATROPELADA PELO DENTISTA, QUE SE ANTECIPA.


DENTISTA
:

Boa tarde!  Pois, não...

FOTÓGRAFO IDENTIFICA-SE.

DENTISTA:
(RADIANTE) Bem vindo!  Eu sou o Dr. Pimenta, o dono da casa.  Entra, entra, vamos sentar! Eu chamei o senhor, (nome), porque estou precisando de fazer uma série de fotografias: passaporte, fotos mostrando esta casa por dentro, por fora... e o principal: fotos da minha família — para mandar para os parentes.

Tenho parente pra todo o lado, Porto Alegre, Salvador, Rio, Manaus — Brasil inteiro! — tios, primos em Portugal... Itália... Imagina o senhor: tenho primos que eu nem conheço!... (RI, SATISFEITÍSSIMO COM A "PIADA") Quero mandar foto pra todo mundo! 
(P/T)
Mas... o senhor já está sabendo, né? Tem que tomar muito cuidado com a luz, com o flash!
(CHAMA)
Lourdinha!
Minha mulher, a Lourdinha, tem um problema sério nos olhos: Fotofobia Congênita!
Ela já teve vários derrames, quase ficou cega — luz forte pra ela é um perigo!


LOURDINHA ENTRA DE ÓCULOS ESCUROS.

DENTISTA:
É o fotografo, Lourdinha!


LOURDINHA:
Muito prazer.

(P/T)
Que bom!  Vou chamar todo mundo.

(CHAMA)
Thaís! Mamãe! Fernanda!
(P/T)
Falou do meu problema na vista?

DENTISTA:
Ele já tá sabendo.


LOURDINHA:
Hipersensibilidade ocular; quase fiquei cega uma vez... De óculos escuros, estou protegida, não me acontece nada. Mas... eu não vou tirar retrato de óculos escuros, né? (RI DA "PIADINHA".)

DENTISTA:
Iluminação não vai ser problema. O pai dela — que Deus o tenha — era fotógrafo; eu guardei os refletores que ele usava. É luz de fotógrafo, mas, não é muito forte. E aqui na sala é bem claro, não vai ter problema.


LOURDINHA:
Já combinou o preço com o moço, Pimenta?

(AO FOTÓGRAFO)
Não é melhor fazer um orçamento antes? O combinado não sai caro. (RI DO PRÓPRIO CHISTE.)

DENTISTA:
Melhor ele bater as fotos primeiro e depois a gente vê o número de cópias. Se ficar muito caro (o que se há de fazer?...); algum primo vai ficar sem foto da família... (RI, DENTRO DO MESMO ESPÍRITO.) A gente faz menos...


THAÍS ENTRANDO. VESTE MACACÃO PEÇA ÚNICA.

THAÍS:

É o fotógrafo, mamãe? Eu queria uma foto minha lá no quarto, pode ser?

DENTISTA:
Vai lá, tira tua foto, que eu vou buscar os refletores no porão. Mas, não demora, hein?Lourdinha, avisa o bisavô Vitaliano, o Marinho, sua mãe... Chama todo mundo, manda descer!

CORTE

QUARTO DE THAÍS. ENTRAM. THAÍS TRANCA A PORTA.


THAÍS:
Sabe o que eu quero mesmo? Fazer um BOOK! Papai me mata se souber, mas EU VOU ser modelo, quer ele queira, quer não!


TIRA SAPATOS, ROUPAS, FICANDO SÓ DE BIQUÍNI.

THAÍS:
Se ficar como eu quero vai ter dinheirinho por fora, viu?! Vai batendo as fotos! Rápido, antes que o papai perceba! 


THAÍS DÁ PLAY NUM APARELHO PORTÁTIL QUE TOCA MÚSICA FRENÉTICA, USADA EM SESSÃO DE FOTOGRAFIA. COMEÇA A DANÇAR PARA A CAM. PULA, SOBE SOBRE A CAMA, ROLA PELA CAMA, COMO UMA TIGRESA, SEMPRE SORRINDO PARA A OBJETIVA.

DENTISTA BATE À PORTA, VIGOROSAMENTE.

DENTISTA:
Thaís, abre a porta!


THAÍS, COMO UM RAIO, VESTE ROUPA SUPERPRÁTICA, E ABRE A PORTA.

DENTISTA:
Por que trancou a porta? 


THAÍS:
Pra ter sossego com o fotógrafo, sem vovó, sem Tio Marinho enchendo o saco...


DENTISTA:
(A FOTÓGRAFO)

Tirou fotos dela? Ótimo. Eu pago tudo. Vamos descer, já tá todo mundo lá em baixo.

CORTE

SALA
SOGRA NORMA, LOURDINHA, FERNANDA, JÁ UMA AO LADO DA OUTRA, PRONTAS PARA A FOTO DE FAMÍLIA.
(QUEM VAI ENTRANDO, VAI SE POSICIONANDO, SE AGRUPANDO PARA A FOTO.)

 

DENTISTA:
O senhor, naturalmente, vai pôr os refletores, aí, do seu jeito. Esta é a minha sogra, minha cunhada, Fernanda.
(P/T)
Lourdinha, você só tira os óculos escuros na hora da foto, tá, meu bem? 

FOTÓGRAFO
POSICIONA REFLETORES. 
É IMPORTANTE QUE A LUZ NÃO SEJA MUITO INTENSA. 
CASO FOTÓGRAFO RECLAME, DIGA QUE ESTÁ ESCURO E NÃO SE RESPONSABILIZA PELA BAIXA LUMINOSIDADE, DENTISTA DIZ QUE "ISSO NÃO VEM AO CASO, QUE O IMPORTANTE É TER SAÚDE" -  E LEVA ELE NO BICO.

FERNANDA:
(A LOURDINHA)
Cadê o bisavô Vitaliano?

BISAVÔ
(ENTRA MAGNIFICAMENTE FARDADO (FEB) COM 2 MEDALHAS E UMA ESPLÊNDIDA ARMA DE FOGO DA SEGUNDA GRANDE GUERRA, A TIRACOLO.)

SOGRA:
De farda, papai?

BISAVÔ VITALIANO:
Não é pra tirar retrato?

DENTISTA:
Aproveita (nome), bate uma foto dele sozinho. Agora, vai!

FOTÓGRAFO
(EMPUNHA CÂMERA. BISAVÔ PUXA A CARABINA.)
 

BISAVÔ VITALIANO:
Alto lá, tedesco!

LOURDINHA E SOGRA
ENTRAM NO MEIO, E NO IMPROVISO PÕEM PANO QUENTE.

SIMULTANEAMENTE, MARINHO ENTRA ENVERGANDO A CAMISA DO CORINTHIANS.

DENTISTA:
(REAÇÃO FULMINANTE.)
Com esta camisa, o senhor não vai tirar fotografia, não. Comigo, não!

DENTISTA E MARINHO:
(IMPROVISA ACALORADAM E BREVE DISCUSSÃO SOBRE CORINTHIANS E SÃO PAULO, SUBSIDIADOS PELO DIRETOR.)

MARINHO:
(DÁ DEIXA PARA VOLTAREM AO TEXTO.)

Quero ver se eu não vou tirar retrato!
(FAZENDO POSE, V DA VITÓRIA.)
Pode bater, fotógrafo!

THAÍS
(COM ROUPA DESLUMBRANTE, MAS, BEM COMPORTADA, ENTRA E POSICIONA-SE JUNTO AO GRUPO, PARA A FOTO.)

PIMENTA:
Todo mundo aqui? Olha o passarinho, o passarinho!

EMPREGADA:
(ENTRA CORRENDO SUPEREMPERIQUITADA E SE AJEITA NA POSE.)
Peraí, peraí, peraí que eu tô chegando!

MARINHO:
Chegou a coruja!

SOGRA:
Com empregada, eu não tiro foto.

THAÍS:
Deixa de frescura, vovó!

LOURDINHA:
Ela já é da família, vai tirar fotografia, sim! Atenção, vou tirar os óculos!

EMPREGADA:
(MUXOXEANDO PARA DONA NORMA.)
Não faço questão nenhuma, nenhuma, nenhuma!
(AO FOTÓGRAFO:)
O que eu queria mesmo, moço, era uns retratinhos 3 por 4 para tirar uns documentos.

FERNANDA:
(VIRA A COXA MEIO DE LADO, PARA REALÇAR O DESENHO DAS NÁDEGAS.)

FERNANDA:
Cheeeeeeeeeeeeese!

MARINHO:
O que é que é isso, vai dar uma de biscate? Fernanda, eu te pego!... Você faz isso pra me provocar!...

LOURDINHA:
(INTERROMPENDO)
Atenção, vou tirar os óculos. Pode bater, fotógrafo!

DENTISTA:
É 1!  É 2. É já!

INDEPENDENTEMENTE DE FOTÓGRAFO DISPARAR OU NÃO O CLIQUE, NOSSO TÉCNICO DISPARA O DISPOSITIVO ESTROBOSCÓPICO OU EQUIVALENTE.  O MUNDO VEM ABAIXO!

DENTISTA:
(AOS BERROS)

Pelo amor de Deus, que é isso, cara?

LOURDINHA:
Ceguei! Tô cega! Es-tou ce-ga!

MARINHO E FERNANDA:
(LEVAM LOURDINHA PARA O SOFÁ.  MARINHO CORRE PARA O TELEFONE.)

EMPREGADA:
Misericórdia!

DENTISTA:
Eu não avisei que não podia usar flash? Marinho, chama a Rota! Chama a polícia! (P/T) E o advogado, Dr. Alberto Corrêa, também.

SOGRA:
Primeiro o médico. Liga para o Dr. Naércio, 97087.3775!

FERNANDA:
E o Pronto-Socorro, também!

MARINHO:
(ABANDONA O TELEFONE, INVESTE CONTRA FOTÓGRAFO.)
Eu vou é te meter a mão na cara!

LOURDINHA:
Milagre!  Milagre!  Voltei a enxergar! 

(REVELA A BRINCADEIRA.)

 

São Paulo, 05 de maio de 1998
Marcos Resende

OBSERVAÇÕES:


01.

Ao ser contatado o fotógrafo, é importante que se diga a ele taxativamente sobre o problema do flash e da vista de Lourdinha. No entanto, é importante que ele traga o flash para outras fotos.
02.
Seria bom que se ligasse em nome do Dentista (pode ser a assistente do dentista) e já se pedisse um pré-orçamento para estimular a "ganância" do "laranja": são fotos da família, com várias cópias; fotos para passaporte do dentista, esposa e filha; e fotos da casa.
03.
É interessante que a roupa de Thaís seja bem fácil de tirar ou de vestir, tipo macacão peça única com zíper na frente.
04.
Os refletores fotográficos, que devem ter aspecto um pouco já antigo, não podem realmente conter lâmpadas muito fortes, para que não ofusquem a ação do flash.
05.
Este "flash estroboscópico" ou algo que o valha, deverá, obviamente, ser acionado de longe, não importando se fotógrafo bateu ou não a foto. Assim que ele mirar a câmera, o flash explode.

 
 Índice Reality Sitcom  Índice Geral